Língua

quarta-feira, fevereiro 14, 2007

Frase-oracional de uma doutora

Às vezes, fotografamos placas a fim de apontar erros gramaticais de pessoas muito humildes e muito humilhadas pela vida.
A frase-oracional abaixo não foi escrita por uma pessoa que nem concluiu o primário, mas por uma doutora que trabalha em faculdades de Rio Branco. Ei-la:
"Em fevereiro de 1988, foi nomeado a juiz de direito substituto."
Quando se consulta um livro de Regência Nominal, por exemplo, o de Celso Pedro Luft, o termo "nomeado" admite duas preposições, quais sejam: para e como.
O correto, portanto, é "em fevereiro de 1988, foi nomeado como juiz de direito substituto".
Para quem se forma em direito, escrever muito bem é obrigação, menos para os que não tiveram a oportunidade sagrada de estudar.

Um comentário:

Anônimo disse...

Caro Aldo:

A propósito do tema "regência", referido em sua coluna sobre os conhecimentos gramaticais de certa "doutora", não sei se você teve a oportunidade de colher pérola não menos preciosa disseminada em peça publicitária de uma faculdade particular, cujos dizeres eram:

"... a mais preparada para lhe preparar quando você voltar das férias."

O que dizer, caro Aldo? Bem, você quer uma sugestão? Dou-lha:

Calouros, preparem-se! Porque, se depender do cartão de visita publicitário da faculdade na qual vocês pretendem estudar, vocês serão, no mínimo, "proficionais desapreparados".