terça-feira, novembro 20, 2007

Eleição Escolar Exposta

Filmar uma eleição escolar. Em casa, ouvir o que cada candidato falou. Não gravei mais, porque a energia do celular terminou bem antes.

Filmei o começo do debate entre os candidatos a gestor da escola Heloísa Mourão Marques. De forma muito educada, o encontro não se submeteu a agressões verbais, mas a questionamentos e a um fenômeno social interessante: fofoca.

Alunos não votarão em certos candidatos, porque espalharam que serei coordenador de ensino de um dos dois. No debate de hoje, neguei tamanha mentira. Sou candidato a professor - e professor que deve ser submetido a uma avaliação séria na unidade de ensino.

Aluno deve avaliar professor por questionário.

Surpreendeu-me a fala de uma candidata. Ela afirmou que não chegará às 7 horas para trabalhar, porque, por ficar na escola até as 22h30, não tem condições de estar cedo na escola. Não filmei essa parte, porque a bateria do celular terminou.

Muitos funcionários, segundo informações, fecharam com a professora-candidata Lúcia, mas ela tem poucos votos de professores e de alunos.

O professor Aires divide com a professora Osmarina os voto dos alunos, sendo que o professor Gleidson supera os dois nesse setor. A educadora Osmarina perde voto do pessoal de apoio.

A professora Rosângela, por meio de uma prévia, obteve menos voto.

Abaixo, a filmagem amadora de um debate a que muitos assistirão em suas casas, em uma lan house. A isso, chamo TRANSPARÊNCIA. Falar e assumir o que fala diante de uma filmadora de celular. Coloque o fone e ouça.

Que tempos!!!

video

Nenhum comentário: