terça-feira, agosto 28, 2007

Affonso Romano

O que te dou é apenas
sombra do que queria.
Dou-te prosa, e o desejo
era dar-te poesia.

Um comentário:

crisblog disse...

Uau ! vocês do Acre acabam comigo !

Belo !

Beijos.