quarta-feira, setembro 26, 2007

Ex-Ideal & Ex-Heloísa

Textos de dois ex-alunos.

Ex-aluno do Ideal

Será q filmar o aluno vai mudar o modo de ele pensar? tive um pouco de contato com vc no ano passado fazendo pre-vestibular. nao acho q vc precisasse dessa atitude.acho q isso foi a atitude de alguem q ja nao sabe o que fazer.alguem, q nao sei nome, falava q vc nao precisa dizer qm eh para ser respeitado, ou entao, vc ja nao eh. nao eh dizendo q vc eh o diretor ou o professor q o aluno terá respeito por vc. o aluno tem q sentir respeito. acho q eh algo muito mais inconciente.eu como aluno tbm mandaria um "vai tomar no cu" para vc.

Ex-aluno da escola Heloísa Mourão Marques
Ao contrário do que muitos pensam, o professor Aldo Nascimento será um dos melhores gestores da educação pública no estado do Acre. Seus planos para coordenar a Escola Heloísa Mourão Marques são excelentes.

Creio que os alunos que querem algo na vida saberão escolher. A escola pública precisa de pessoas como ele para colocar seus alunos entre os melhores. Melhores nos concursos, nos vestibulares, no Enem. Que pena que as pesssoas não pensam assim. Preferem ficar na ignorância, na pobreza.

O Colégio José Rodrigues Leite é exemplo, porque lá existem regras e metas a ser alcançadas por seus alunos. Aqui, faço uma alerta, para você que é humilde e que deseja melhorar de vida, só o estudo é que vai proporcionar uma vida melhor. A escolha é de vocês.

Eu já fiz a minha escolha e posso afirmar que, se estou onde estou, isso devo muito ao professor Aldo Nascimento e à professsora Osmarina, pessoas odiadas por muitos, mas amadas por muitos também.

Pensem! Reflitam!

José Pinheiro
Acadêmico de Jornalismo - UFAC

_________________________

Dois comentários breves

Ao ex-aluno do Ideal

Quando um aluno, sem motivo, agride uma pessoa em uma instituição de ensino ou fora dela, o caminho é a polícia. Na delegacia, formalizei uma notícia-crime contra o aluno da escola Heloísa Mourão Marques. Se você se identificasse neste blog, o mesmo ocorreria contigo.

Agora, não perca teu precioso tempo para me xingar neste blog. Use o deus Crono para estudar a língua portuguesa a fim de escrever com elegância e inteligência.

Ao ex-aluno da escola HMM

José, você é suspeito para falar sobre seu ex-professor Aldo Nascimento, porque transita entre nós admiração mútua. Conheço um pouco de tua vida e sei que tua família é senhora de uma dignidade ímpar. Ela ofertou a ti e a tua irmã o respeito pelos semelhantes.

Quando falo bem deste Acre, é porque conheço pessoas como você, José. Simples, tu és aquele rapaz que ordenhava vaca para ajudar a família no sustento. Filho de família rural e humilde, teu caráter, meu jovem, não se compara a certos filhinhos da elite acreana.

Da escola Heloísa Mourão Marques, tua dedicação e inteligência conduziram-no à faculdade de teu desejo: jornalismo.

Ocupe as instituições, José, e mude o mundo a partir do lugar em que você se encontra. Não se renda à indiferença e nem ao cinismo alegre dos tolos, porque Deus não vive no descaso e no fingimento.

Lamento que a escola Heloísa Mourão Marques tenha sido muito pouca para você, José.

Um comentário:

kelmy disse...

A tréplica. Agora (tentando escrever) com “elegância e inteligência”.

Caro Aldo, quando usei o palavrão referindo-me a sua pessoa, pensei na reação de um garoto, que mesmo estando errado, não queria ser abordado daquela forma. Exatamente por achá-lo uma pessoa inteligentíssima, não concordo com sua atitude.

Quanto ao português. “Se você se identificasse neste blog, o mesmo ocorreria contigo.” O “você” e o “contigo”. Não preciso comentar já que o professor de língua portuguesa aqui não sou eu.

Pensei em me identificar, mas não concordo muito com sua “didática” de chamar a polícia.

Com certeza votaria em você para diretor, inclusive faria campanha. Entretanto, não concordo com essa atitude.

Caso interesse, eu também sou um acadêmico da Ufac. E não se preocupe com o meu tempo, ele não é tão precioso.

Não precisa ser grosseiro quando recebe críticas.

Elegante e inteligente?