quinta-feira, setembro 18, 2008

Novelas e PSDB-PMN-P-SoL


















Saíram os números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad). Não preparei um texto sobre isso, mas, se Bocalom (PSDB), Petecão (PMN) e Josafá Batista (P-SoL) compararem os números, o Acre, depois da Frente Popular, tem índices sociais que estão em ascensão.

Os números não estão em queda.

Outros números, esses sim, estão em queda, graças. Espero que caiam mais ainda. Falo da audiência das novelas da Globo.

Isso é revolucionário.

2 comentários:

Josafá Batista disse...

Nobre porta-voz do menchevismo:

Isso não se chama revolução.
Nem poderia.
Isso se chama reformismo (com todas as conseqüências contra e até anti-revolucionárias que tal medida traz).

Em tempo: baixei a PNAD e estou comparando com a anterior para publicar os índices no meu blog.

Abraços!

Josafá Batista disse...

A única menção ao Acre, ainda no release da PNAD:

"No contingente de jovens de 7 a 14 anos de idade foi verificada a maior freqüência à escola (97,6%), resultado estável em relação a 2006. Em termos regionais, essa taxa foi de, aproximadamente, 98% nas regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste; 97,1% no Nordeste e 96,2% no Norte. As Unidades da Federação da região Sul foram as que mais se destacaram, como no caso de Santa Catarina, onde 99% de crianças e adolescentes de 7 a 14 anos de idade estavam na escola. Já as menores taxas de escolarização para este grupo de idade foram verificadas nas Unidades da Federação das regiões Norte e Nordeste, particularmente, nos estados do Acre (91,3%), Pará (96,2%) e Alagoas (96,2%)."