sexta-feira, março 02, 2007

Não leia, por favor!!!

Houve um tempo em que eu publicava o nome em meu blog. Parei. Hoje, não publico os nomes dos repórteres e nem das instituições de ensino. Preservamos a identidade, mas não poderia deixar de publicar aqui parte de um texto escrito por um universitário.

No sétimo período, não sei o que seus professores lhe ensinaram para que ele produzisse o texto abaixo. É uma vergonha para o Estado colocar no mercado de trabalho profissionais que só contam de 1 até 5 e soletram de A até C.

Os alunos deveriam exigir de seus professores a absoluta qualidade, mas são os primeiros que rejeitam as cobranças. O resultado nos espanta aqui.

Um acadêmica observação:
antes de produzir matérias, o universitário, quando estagiasse, deveria, primeiro, corrigir textos dos jornalistas para, depois, somente depois, produzir seu próprio texto.
_________________________

"Circo Portugal trás também o fantástico Globo da morte com a apresentação de 5 motos simultaneamente os únicos em toda a América Latina a executar tal apresentação e os mesmos giram no Globo a uma velocidade de 80 a 100 Km por hora.

O circo tem hoje uma das Melhores estruturas para dar conforto e segurança ao publico as arquibancadas foram trocadas por cadeiras e camarotes.Existem também uma praça de alimentação diversificada na entrada do circo.
Circo Portugual nasceu em Portugual mais precisamente na cidade de Braga e tudo começou no cassino de Estoril e a Família Portugual já esta na sua sexta geração e a base da empresa é na cidade de Brasília e entre os artistas e funcionários tem um total de 120 pessoas sendo destes 30 artistas com 16 mulheres.
A ultima apresentação do circo Portugal antes de Rio Branco foi nas cidades de Campo Grande (MS),Rondonópolis (MT) , Cuiabá (MT) e por ultimo na Cidade de Porto Velho o circo deverá permanecer na cidade pelo menos uns 20 dias, por isso não percão."
________________________________
Se fosse um médico muito mal formado, cadáveres espalhariam-se pelas ruas. Como é educação, como o corpo é a palavra, não sentimos o odor desagradável.

4 comentários:

Fora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fora disse...

A culpa não é exclusiva às Universidades, nosso Ensino Fundamental e Médio estão no nível deste moço. Acabei de sair de lá, ainda lembro bem. E pensar que não tem para onde ir, o jeito é ficar numa dessas Universidades:( Pelo menos a Federal é por conta do Governo, o que não é, assim, tão bom, mas ao menos não pago.

Arison Jardim

Anônimo disse...

Concordo com você quando diz:"É uma vergonha para o Estado colocar no mercado de trabalho profissionais que só contam de 1 até 5 e soletram de A até C.
Os alunos deveriam exigir de seus professores a absoluta qualidade, mas são os primeiros que rejeitam as cobranças. O resultado nos espanta aqui."
Mas infelizmente as coisas não acontecem assim aqui.
Mas o que mais me espeanta é que li esse texto no Jornal A Tribuna, onde, se não me engano você é revisor, e não vi muitas coisas alteradas. Será que você não revisou direito ou queria mesmo expor o rapaz ao ridículo? Vocês que contratam os estagiários são responsáveis por suas publicações assim como as dos repóretres já efetivados e é lamentavel ver que não existe ética dentro das revisões feitas pelo revisor do Jornal A Tribuna. Se não estão satisfeitos com o rapaz, ao invés de usá-lo para rclamar da educação do estado, contratem outra pessoa. A falta de ética, sim é imperdoável. Pois não é a prmeira vez que esse revisor deixa passar coisas absurdas, deixa serem publicadas e depois as excracha em seu blog. Que feio!!!!

Aldo Nascimento disse...

Não coloquei o nome da pessoa e nem da instituição de ensino. A questão é grave e não posso permanecer indiferente.